Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-07-11

Por +Factos

% da população portuguesa sem o ensino secundário e % de empregadores portugueses sem o ensino secundário

Portugal tem um enorme atraso face aos restantes países da União Europeia em termos de educação e formação da sua população, algo que se reflecte também num baixo nível de educação dos empresários portugueses. Em 2021, nas idades compreendidas entre os 25 e 64 anos, Portugal ocupava mesmo o primeiro lugar no ranking dos países da UE com maior percentagem da população sem o ensino secundário (41%), tal como a posição cimeira se considerarmos apenas empregadores (48% dos empresários portugueses não concluíram o ensino secundário). Aliás, apenas três países têm empregadores com menos formação do que a população em geral, e Portugal é um deles.

Para além de 🇵🇹 Portugal ser o país da UE com pior desempenho em ambos os indicadores, o diferencial para a média comunitária e para a maioria dos países europeus é enorme. Em termos da percentagem da população que não concluiu o ensino secundário, a 🇪🇺 média da UE, em 2021, fixou-se em 21%, destacando-se países como a 🇨🇿 República Checa (6%), 🇵🇱 Polónia (7%) e 🇸🇮 Eslovénia (9%). A maioria dos países do espaço comunitário apresentam uma percentagem de população sem ensino secundário que é menos de metade da que se verifica em Portugal. Considerando apenas empregadores, a 🇪🇺 média comunitária fixou-se em 16%, destacando-se os mesmos países, 🇨🇿 República Checa (2%), 🇵🇱 Polónia (2%) e 🇸🇮 Eslovénia (3%).

Os empresários/gestores das empresas têm um papel determinante e impulsionador na dinâmica empresarial e na economia. A baixa qualificação dos empregadores portugueses ajuda a explicar, em parte, os baixos níveis de produtividade do nosso país, perante o crescente número de desafios que estes enfrentam na sua actividade, e para os quais a formação e qualificação é um factor chave de sucesso: desde a capacidade de adaptação aos padrões tecnológicos mais modernos, na inovação de produtos ou serviços, ou até na própria gestão de recursos humanos (líderes mais qualificados tendem a valorizar mais a formação contínua dos seus colaboradores).

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.