Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-12-21

Por +Factos

Emigrantes portugueses diplomados

✈️ Portugal sempre foi um país de emigrantes, no entanto, a tipologia de pessoas que o nosso país “exporta” tem vindo a mudar ao longo dos últimos anos.

Acompanhando o maior nível de formação académica da população portuguesa em geral, cada vez mais a nossa emigração é bastante qualificada. Se em 2014, 29% dos emigrantes tinha concluído um grau académico no ensino superior, essa percentagem subiu para 42% em 2019. Isto implica que o investimento do Estado na formação dos jovens é, em boa parte, desperdiçado e aproveitado por outros países.Faz-se um investimento na formação dos jovens, que depois não têm o devido reconhecimento na sociedade portuguesa e acabam por emigrar. Não há o devido retorno para o desenvolvimento do país”, lamenta um dos autores do estudo “Êxodo de competências e mobilidade académica de Portugal para a Europa”,João Teixeira Lopes, considerando que “estamos a perder a geração mais qualificada”.

Mas, quais são as motivações para a saída dos portugueses com formação superior? De acordo com o estudo acima citado, que realizou entrevistas em videoconferência e questionários online a 1011 pessoas, em 95% dos casos as razões profissionais são apontadas como importantes / muito importantes. Seguem-se as razões económicas, com 81%.

Relativamente às razões profissionais, a título de exemplo, apenas 54% dos emigrantes que trabalhavam antes de emigrar tinham um trabalho compatível com a sua formação (passando a 75% depois de emigrar). No que toca às razões económicas, também são impressionantes as diferenças salariais. Em Portugal, 73% dos emigrantes ganhava menos de 1.000 euros, enquanto no país de destino, mais de 50% passou a receber acima de 2.000 euros e 27% acima de 3.000 euros.

Tendo em conta este contexto, é natural que a maior parte dos emigrados não tenha intenção de voltar definitivamente a Portugal. 57% considera nada ou pouco provável regressar definitivamente ao nosso país.

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.