Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-06-30

Por +Factos

Hospitais privados são cada vez mais uma alternativa viável à oferta pública de saúde, nomeadamente nos serviços de Obstetrícia

Perante o aumento de capacidade de resposta dos hospitais privados e as crescentes dificuldades no SNS, os hospitais privados assumem-se cada vez mais como uma alternativa viável à oferta pública de saúde, representando um peso cada vez maior nos partos realizados em Portugal. Em termos absolutos, apesar da taxa de natalidade ter vindo a decrescer ao longo das duas últimas décadas, o número de partos em hospitais privados mais do que duplicou.

Em 2000, houve 118.991 partos em Portugal, sendo que apenas 6.787 ocorreram em hospitais privados (6%) e 112.204 realizaram-se em hospitais públicos (94%). Em 2020, a realidade já era bastante diferente. Dos 83.873 partos, 14.354 ocorreram em hospitais privados (17%) e os restantes 69.519 ocorreram em hospitais públicos (83%).
 
Mas este fenómeno é ainda mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT). Segundo o jornal Público (https://www.publico.pt/2022/06/21/sociedade/noticia/hospitais-privados-fizeram-quase-30-partos-lisboa-vale-tejo-2021-2010735), os hospitais privados já representavam 28,5% dos partos nesta região, em 2021. 

De acordo com Nuno Clode, presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Medicina Materno-Fetal, “não há comparação possível entre o público e o privado”, uma vez que nos hospitais públicos os partos são apenas uma pequena parte das urgências de ginecologia e obstetrícia. Porém, justifica o aumento dos partos em hospitais privados com o facto de ter havido um “aumento dos seguros de saúde e o facto de muitas das maternidades públicas não permitirem a presença do pai em permanência”, sendo que nos hospitais privados há quartos privados para os casais.

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.