Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-07-15

Por +Factos

Incêndios Florestais na Europa | evolução da % de área ardida

👨‍🚒🚒 Numa semana marcada por elevadas temperaturas, os incêndios florestais voltaram a assolar Portugal.
Portugal está a arder de norte a sul, com uma série de incêndios extremamente agressivos e descontrolados, uma história que se vai repetindo ano após ano.

De 2015 a 2020 Portugal foi o país com maior área ardida em toda a Europa, apesar da pequena dimensão do nosso país em área territorial. Em média arderam 155 mil hectares por ano neste período, uma área muito superior aos 2 países que acompanham Portugal no top 3: Espanha (87 mil hectares) e Itália (63 mil hectares). Só nos fogos de 2017 arderam 540 mil hectares, sendo por larga margem o pior ano das últimas décadas (ardeu 7 vezes mais do que a média dos outros anos analisados).

Ponderando a área ardida pela dimensão territorial dos países, o cenário é ainda mais impressionante e aterrador. Em Portugal arde entre 9 a 10 vezes mais por cada hectare de área territorial do que nos 3 países que surgem a seguir a Portugal neste ranking. Por cada 100 mil hectares de área territorial, ardem 1.690 hectares por ano em Portugal, sendo que na Croácia ardem 273 hectares, na Itália 213 hectares e em Espanha 174 hectares.

Historicamente, Portugal sempre foi um país assolado por incêndios florestais, tal como grande parte dos países do sul da Europa. No entanto a evolução, ao longo das últimas 4 décadas, tem sido totalmente diferente entre Portugal e países como Espanha ou Itália. Se em Portugal a área ardida é actualmente quase o dobro do que se verificava na década de 80 do século passado (arderam, em média, 73 mil hectares por ano entre 1980 e 1989), em Espanha (245 mil hectares ardidos por ano na década de 80, quase 3 vezes mais do que actualmente) e em Itália (147 mil hectares ardidos por ano na década de 80, mais do dobro do que actualmente) houve uma enorme redução.

São vários os motivos apontados para que Portugal compare tão mal nesta matéria. A falta de uma estratégia de gestão florestal eficiente parece evidente, tal como o número cada vez maior de terrenos abandonados no interior do país

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.