Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-05-07

Por +Factos

País centralista: Portugal equipara-se tanto com França como com a Roménia

 

 

🇵🇹 Portugal é um país com fortes desigualdades regionais e muito centralista, onde quase todos os principais organismos públicos e órgãos de decisão política estão concentrados na capital, bem como as maiores empresas e grande parte do investimento público e privado.

Apesar de alguma discussão pública em torno da (das)centralização do país, não se têm verificado alterações estruturais que invertam a tendência de cada vez maior centralização do país.

Ao comparar o PIB per capita (em paridades de poder de compra) das regiões portuguesas (NUTS II), percebe-se rapidamente a dimensão deste desequilíbrio, uma vez que, tendo em conta a dimensão do nosso país, se verificam diferenças muito significativas. A Área Metropolitana de Lisboa apresentava, em 2019, um PIB per capita superior à média da União Europeia (102%) e equiparável ao francês, ao passo que as restantes regiões do país apresentavam PIB's per capita muito inferiores e que se comparam com os países mais pobres da UE. O PIB per capita do Algarve representava 88% da média da UE e aproxima-se do PIB per capita espanhol. As restantes regiões apresentavam um PIB per capita entre 67% e 76% da média da UE, que se equipara ao de países como a Polónia, a Eslováquia, a Hungria, a Roménia ou a Croácia. A riqueza gerada em Portugal por habitante era, em 2019, cerca de 79% da média da União Europeia, mas caiu para 74% em 2021, em grande medida devido ao impacto da pandemia.

Este desequilíbrio entre Lisboa e o resto do país limita o crescimento nacional como um todo e de forma sustentável. A análise económica expressa, todavia, apenas parte da realidade, tendo vindo a acentuar-se o fosso entre o litoral e o interior, com consequências também na perda acentuada de população da generalidade dos municípios desta área, especialmente a favor das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto.

Nota: optou-se pela utilização de dados de 2019 para evitar as distorções do impacto da pandemia nas regiões mais dependentes do turismo (por exemplo, o PIB per capita do Algarve era de 88% face à média da UE em 2019 e passou para 78%, menos 10 pp, em 2020; ainda não existem dados de 2021).

 

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.