Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-04-12

Por +Factos

Peso da Ucrânia e Rússia na produção e exportação mundiais de produtos agroalimentares básicos

Perante o contexto de guerra na Ucrânia, a dependência de produtos como o trigo, o óleo de girassol ou o milho, importados tanto de território russo como ucraniano, preocupa a comunidade internacional. Nos últimos anos, assistiu-se ao aumento da dependência mundial da produção agroalimentar russa e ucraniana. Em 2020, estes dois países em conjunto eram responsáveis por mais de metade das exportações mundiais de óleo de girassol, 27% das exportações mundiais de trigo (50% do trigo ucraniano é cultivado no leste do país, onde Moscovo concentrou grande parte dos seus ataques) e 14% das exportações mundiais de milho. A Rússia produz ainda 30% do nitrogênio (azoto) e do potássio consumidos pelo mercado mundial de fertilizantes.

O conflito entre a Rússia e a Ucrânia teve um enorme impacto no preço dos produtos agroalimentares nos mercados internacionais. Durante o mês de Março deste ano, o índice de preços dos óleos vegetais cresceu cerca de 51% face à média anual de 2021 e +23% que fevereiro. No caso dos cereais, os preços subiram 30% face à média de 2021 e +17% comparativamente a fevereiro.

Entre os países mais dependentes das importações russas e ucranianas estão a Turquia (25% do total das importações de produtos agroalimentares), a China (23%), o Egipto (23%) ou a Índia (12%). Analisando apenas a dependência de trigo, Benim e a Somália são dependentes a 100% as importações destes mercados, e o Egito depende a 80%, país com cerca de 102 milhões de habitantes.

Perante estes números, a Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) estima que a guerra na Ucrânia possa colocar entre 7,6 milhões (cenário moderado) e 13,1 milhões de pessoas (cenário extremo) em situação de subnutrição. As regiões mais afetadas serão a Ásia-Pacífico, a África Subsariana, o Médio Oriente e Norte de África e a América Latina e Caraíbas.

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.