Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2021-11-04

Por +Factos

Portugal é o país da União Europeia com mais pessoas a sofrer de depressão crónica

⚡ 12% dos portugueses sofrem de depressão crónica, o valor mais elevado da União Europeia, cuja percentagem é de apenas 7%.

A taxa de incidência da doença é mais do dobro entre as mulheres portuguesas (16,4%) em comparação com os homens portugueses (7,5%). A maior prevalência da depressão crónica nas mulheres verifica-se em toda a Europa, no entanto, em Portugal a diferença é muito mais acentuada (na UE afeta menos de 9% das mulheres e 5,6% dos homens). Várias causas são apontadas para justificar a maior incidência desta doença mental no sexo feminino, entre as quais fatores biológicos e genéticos, diferenças hormonais, fatores sociais, contextos de vida pessoal e profissional, entre outros.

A depressão crónica está, muitas vezes, também associada a outros problemas, como a ansiedade, stress pós-traumático, distúrbios alimentares ou dependências de drogas e álcool.

Os números referem-se a 2019, pré-pandemia, pelo que, de acordo com os estudos internacionais, a crise sanitária, que isolou milhões de pessoas em casa e reduziu drasticamente as interações sociais, terá agravado ainda mais a incidência de sintomas depressivos e de ansiedade generalizada na população.

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.