Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2022-06-23

Por +Factos

Relatório do Tribunal de Contas sobre as Parcerias Público-Privadas na Saúde

🏥 "Feito um balanço, o Tribunal de Contas (TdC) não tem dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década.". Assim inicia a notícia de 14 de Maio de 2021 do Expresso, que teve acesso a um relatório do Tribunal de Contas que avaliou as parcerias público-privadas na Saúde durante a última década (hospitais de Braga, Vila Franca de Xira, Loures e Cascais).

O TdC realçava que as PPP na Saúde, em comparação com os hospitais de gestão pública, são "mais eficientes", têm "padrões de qualidade mais exigentes", apresentam "indicadores de eficiência económica e operacional superiores" e tiveram avaliações de desempenho positivas, tanto pelo Estado como por entidades independentes. As poupanças totais estimam-se em cerca de 200 milhões de euros (ainda assim, abaixo da estimativa inicial).

O Hospital de Braga manteve-se como parceria público-privada até 2019. A PPP de Vila Franca de Xira terminou em 2021 e o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, voltou para a gestão pública no início de 2022. O Hospital de Cascais é atualmente a única PPP na saúde ainda em vigor, tendo sido prorrogado o contrato no final de 2021 por mais um ano com a Lusíadas Saúde.

Os constrangimentos que se verificam nos serviços de urgência obstétrica nos hospitais públicos tem afectado também estas antigas PPP, que têm encerrado este serviço em alguns períodos, devido à falta de profissionais.

Notícia do Expresso (acesso pago): https://loom.ly/TMektA4

#MaisFactos

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.