Mais Liberdade
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

2021-10-01

Por Instituto +Liberdade

Instituto +Liberdade lança novo concurso de ensaios dedicado ao livro "A economia numa lição"

O Instituto +Liberdade tem o prazer de anunciar um novo concurso de ensaios em que desafiamos os estudantes do ensino secundário e do ensino superior, inspirando-se no livro de Hazlitt disponível gratuitamente na nossa biblioteca, a:

1) refletir sobre a relação entre a ciência económica e os princípios do liberalismo;

ou

2) aplicar, de forma original, a ‘lição de Hazlitt’ a um problema atual de Portugal ou da Europa.

O primeiro classificado receberá um prémio de 1000€. Haverá ainda um prémio de 500€ para o segundo classificado e um outro de 200€ para o terceiro; serão também atribuidas menções honrosas de 100€.  Os melhores ensaios serão publicados no jornal Eco.

As conclusões que a ciência económica estabelece são, muitas vezes, contraintuitivas. A economia constitui um ramo de conhecimento especializado e envolve, tipicamente, longas cadeias de raciocínio onde conceitos económicos e a capacidade de pensamento crítico se complementam na construção da nossa compreensão sobre o mundo que nos rodeia. Esta forma de pensar é tão particular dos economistas e da sua ciência que é costume referirmo-nos a ela como a economic way of thinking.

 

Alguns autores conseguem transmitir esta forma de pensar de uma forma que chegue ao grande público. Uma das mais influentes contribuições que procura partilhar esta forma de pensar é “A Economia numa Lição” do jornalista americano Henry Hazlitt (1894-1993). A sua lição constitui um guia indispensável para um raciocínio económico robusto, robustez essa demonstrada numa série de aplicações onde o autor vai desmontando várias falácias económicas que permeiam os discursos políticos, as intervenções jornalísticas e a forma como muitos pensam a economia – mesmo nos dias de hoje. Não por acaso, este livro constitui também um grande contributo para a doutrina liberal.

 

Neste concurso de ensaios desafiamos os estudantes do ensino secundário e do ensino superior a inspirarem-se no livro de Hazlitt, disponível gratuitamente na nossa biblioteca, e a 1) refletirem sobre a relação entre a ciência económica e os princípios do liberalismo; ou a 2) aplicar, de forma original, a ‘lição de Hazlitt’ a um problema atual de Portugal ou da Europa.



O primeiro classificado receberá um prémio de 1000€. Haverá ainda um prémio de 500€ para o segundo classificado e 200€ para o terceiro; serão também atribuidas menções honrosas de 100€.
Para se inspirarem para o texto, podem visitar hazlitt.maisliberdade.pt.

As respostas podem ser enviadas para ensaios@maisliberdade.pt até 31 de Outubro de 2021. Os vencedores serão anunciados antes de 25 de Novembro de 2021.
 

 

Regulamento

 

Com o objetivo de estimular a reflexão sobre a doutrina liberal nos seus aspetos teóricos, bem como fomentar análises de inspiração liberal sobre problemas contemporâneos, o Instituto Mais Liberdade organiza o presente concurso de ensaios dirigido a estudantes universitários e do ensino secundário.

 

Artigo 1º Âmbito e Organização

 

  1. O presente concurso é uma iniciativa do Instituto +Liberdade e organizado por uma comissão nomeada pelo respetivo presidente.
  2. Cabe também à presidência do Instituto +Liberdade a nomeação um júri responsável pelo acompanhamento científico deste concurso.
  3. O presente regulamento estabelece as normas e procedimentos essenciais à concretização da 1ª edição do concurso de ensaios.
  4. As decisões do júri são soberanas e irreversíveis, não podendo ser objeto de reclamação ou recurso.

 

 

Artigo 2º Divulgação

 

  1. A divulgação do concurso é feita pelo Instituto +Liberdade através das suas páginas nas redes sociais, dos endereços de correio eletrónico que constem das suas bases de dados e de outros meios considerados relevantes.

 

Artigo 3º Condições de Participação

 

  1. Podem concorrer, individualmente ou em grupos de dois, todos os estudantes que, à data da abertura do concurso, se encontrem a frequentar uma licenciatura ou mestrado em qualquer instituição de ensino superior ou o ensino secundário.
  2. Cada concorrente apenas poderá submeter um único ensaio, original, redigido em língua portuguesa ou inglesa e que se enquadre no tema do concurso.
  3. A dimensão dos trabalhos não poderá ultrapassar as 2000 palavras, excluindo bibliografia e eventuais anexos. 

 

 

Artigo 4º Funcionamento do concurso

 

  1. Formalização da candidatura:
    1. A manifestação de interesse na participação neste concurso de ensaios deverá ser formalizada de até 31 de Outubro de 2021, através do envio do Ensaio escrito, de acordo com o estabelecido nos pontos seguintes.
    2. A candidatura ao concurso de ensaios é concretizada através da submissão de um documento por email para ensaios@maisliberdade.pt.
    3. O documento a submeter, em formato PDF, deverá incluir os seguintes elementos:
      1. Nome e contacto de cada um dos elementos do grupo;
      2. Instituição de ensino e curso que frequenta
      3. Título do ensaio;

 

 

Artigo 5º Avaliação

 

  1. A avaliação dos ensaios é da exclusiva responsabilidade do júri.
  2. Os membros do júri terão em conta os seguintes critérios para efeitos de avaliação:
    1. Originalidade  
    2. Estrutura, sistematização e desenvolvimento coerente e logicamente sustentado
    3. Conteúdo, lógica, qualidade e originalidade dos argumentos
    4. Clareza e domínio da linguagem
  3. Ao júri cabe a decisão acerca da forma de operacionalização dos critérios acima mencionados.
  4. Serão excluídos ensaios onde seja detetado plágio.

 

 

Artigo 6º Prémios

 

  1. O ensaio vencedor do concurso receberá um prémio monetário de 1000 €.
  2. O segundo e terceiro classificados de cada concurso receberão, respetivamente, um prémio monetário de 500 € e 200€. 
  3. Caso o júri considere apropriado, serão também atribuídas Menções Honrosas.
  4. Os ensaios destacados nos pontos 1 a 3 do presente artigo serão publicados online no site do Instituto +Liberdade.

 

 

Artigo 7º Casos omissos

 

  1. Todos os casos omissos no presente Regulamento serão objeto de resolução por parte do júri.

 

Instituto +Liberdade

Em defesa da democracia-liberal.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Linkedin

info@maisliberdade.pt

© Copyright 2021 Instituto Mais Liberdade - Todos os direitos reservados

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Este website utiliza cookies no seu funcionamento

Estas incluem cookies essenciais ao funcionamento do site, bem como outras que são usadas para finalidades estatísticas anónimas.
Pode escolher que categorias pretende permitir.

Your cookie preferences have been saved.